segunda-feira , 11 de dezembro de 2017
Início / Blogs / Blog do Leandro Rocha / O Movimento “Tutóia não quer presídio” realiza reunião para tratar dos Últimos ajuste do ato do dia 20 de Novembro

O Movimento “Tutóia não quer presídio” realiza reunião para tratar dos Últimos ajuste do ato do dia 20 de Novembro


O MOVIMENTO “TUTÓIA NÃO QUER PRESÍDIO” , com sua comissão organizadora,  esteve mais uma vez reunida na noite dessa quinta-feira, 16 de Novembro, para tratar dos Últimos ajustes e detalhes,  para o Grande ato que será realizado no próximo dia 20 de Novembro apartir das 15:30hrs na Av. Paulino Neves em Tutóia MA. 

Está envolvida no ato,cidades vizinhas como: Água Doce do Maranhão, São Bernardo,  Araioses,  Santana do Maranhão e Paulino Neves. Com o intuito de fazer com que o Governo do Estado do Maranhão se sensibilize com o clamor do povo de que não querem presídio na cidade. Além do ato, está  sendo colhida assinaturas da população em Geral tanto da cidade de Tutóia como também,  cidades vizinhas, para que seja apresentado ao Governador e cosequentimente  fazer revogar essa decisão da já implantada Unidade prisional de ressocialização. A mesma trará problemas principalmente pro  ramo hoteleiros Turístico , contado  que penitenciária como essa , afeta de forma direta o sucego da população, trazendo consigo uma mal imagem afetado o comércio turístico e outros  ;  exemplo rotineiros acontecidos em outras cidades, como rebeliões, facções,  crime organizado etc ., são algumas justificativas da sociedade, para não aceitar. Esse é  O  receio do povo, e pede que seja desistalada o mais rápido possível


Entenda o caso

SEAP ASSUME PRÉDIO DA DELEGACIA DE TUTÓIA, AGORA UNIDADE PRISIONAL DE RESSOCIALIZAÇÃO

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) assumiu, na manhã desta segunda-feira (6), o prédio da delegacia de Tutóia, que agora passa a funcionar, oficialmente, como Unidade Prisional de Ressocialização (UPR). Essa assunção corresponde ao sétimo prédio da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA) admitido pela gestão prisional.
“Visitamos as instalações da delegacia, e produzimos um relatório com o objetivo de avaliarmos as reais condições de assumirmos mais este prédio e transformá-lo em unidade prisional. Trata-se de um local favorável à aplicação da normatização penitenciária, adotada pela nova gestão, que resultou na pacificação do sistema”, explica o secretário da Seap, Murilo Andrade de Oliveira.

Seap assume prédio da delegacia de Tutóia, agora Unidade Prisional de Ressocialização. (Foto: Clayton Monteles)
Logo pela manhã, foram adotados pela atual gestão os primeiros procedimentos padrões previstos em portaria que regulamenta a funcionalidade das unidades prisionais como, por exemplo, corte de cabelo dos internos e o uso padrão do uniforme. A UPR opera, inicialmente, com 32 internos e 28 servidores, entre Agentes Estaduais de Execução Penal, especialista e técnicos administrativos.

Para dar início às mudanças, a administração penitenciária realizou a retirada de todos os internos das celas. Durante a saída, cada um dos detentos era devidamente revistado. As celas também passaram por uma minuciosa inspeção, e higienização. Após esses primeiros procedimentos, os internos receberam os uniformes e foram encaminhados para o corte de cabelo e atendimento médico.

Além disso, cada detento passou pela identificação biométrica e foi logo registrado no Sistema de Inteligência, Informação e Segurança Prisional (SIISP) da Seap. Informações como nome, idade, tipo de crime, tempo de pena do custodiado e outras questões ainda mais particulares, como posse de tatuagem e/ou cicatrizes pelo corpo, foram imediatamente coletadas e disponibilizadas no sistema.


http://www.ma.gov.br/agenciadenoticias/seguranca/seap-assume-predio-da-delegacia-de-tutoia-agora-unidade-prisional-de-ressocializacao


Sobre Leandro Rocha

Leandro Rocha

Veja também

O Movimento ” Tutóia não quer presídio ” vai às ruas contra a instalação da unidade prisional de ressocialização implantado no município de Tutóia MA.

Hoje , 20 de Novembro,  a sociedade civil organizada com o Movimento “Tutóia não quer …