terça-feira , 17 de julho de 2018
Início / Notícias / Desenhos animados que deixaram saudades…

Desenhos animados que deixaram saudades…

Para os saudosistas de plantão, dentre os quais eu me incluo, que acreditam que não se fazem desenhos como antigamente… e acreditam que aqueles desenhos deveriam dominar o mundo!
É uma “pequena” seleção… ficaram alguns desenhos de fora!
“Ursinhos Gummi” (1985) foi o segundo seriado animado da Walt Disney; quando precisavam defender seus lares apelavam para o “Suquinho Gummi”, que dava superpoderes.
Roteiro caprichado de “ThunderCats” (1985) agradava jovens e adultos; tanto que o desenho até ganhou história em quadrinhos.
Não se assuste com a cara sisuda do cabeçudo; “Pinky e o Cérebro” (1995) renderam muitas risadas em suas tentativas de dominar o mundo.
Com a ajuda dos poderes de Grayskull, “He-man” (1983) e amigos defendem o planeta Eternia das forças malignas do vilão Esqueleto
“Snoopy” (1983) nasceu nos quadrinhos, mas depois de muitos especiais ganhou uma série animada; seu dono é o Charlie Brown, mas até parece o contrário.
“Caverna do Dragão” (1983 ) é inspirado no famoso jogo de RPG “Dungeons & Dragons”; tem gente que chora até hoje com o final da história.
Três panterinhas descobrem o super-herói da idade da pedra que adora gritar “Capitão Caveeerrnaaa” (1977).
“Duck Tales” (1987) levou para a telinha as aventuras do afortunado Tio Patinhas; ele não perdia uma oportunidade de abarrotar ainda mais sua caixa forte.

Dick Vigarista e seu companheiro Muttley trapaceavam em toda prova de “Corrida Maluca” (1968), mas sempre paravam antes da linha de chegada.

Em “Scooby-Doo” (1960), um medroso dogue alemão é amigo inseparável de Salsicha; sobrava para Fred, Velma e Daphne resolver os mistérios e enfrentar os fantasmas.

O urso simpático de “Zé Colméia” (1960) se dizia mais esperto que todo mundo e adorava roubar cestas de piquinique com seu amigo Catatau.

,
“Os Jetsons” (1962) lembra um pouco “Os Flintstones”, tirando os carros voadores, cidades suspensas, trabalho automatizado e a criada-robô Rosie.

O Coiote só pensava em capturar o veloz “Papa-Léguas” (1966), mas as engenhocas da Acme nunca funcionavam.

Sem diálogos e com uma trilha sonora memorável “A Pantera Cor-de-rosa” (1969) encantou famílias de todo o mundo.
“Pica-pau” (1941) era muito amalucado e psicótico no começo, mas na década de 70 ficou um pouco mais calminho e se tornou um grande sucesso.

Em “Cavaleiros do Zodíaco” (1986) jovens guerreiros são guiados pelas constelações; chegou ao Brasil quase dez anos depois de ter sido criado e virou mania.

Quem não vibrou com as aventuras, a imaginação e o eterno conflito do personagem “Doug” (1991) com sua irmã Judy?


Sobre Jonatan Aguiar

Jonatan Aguiar
Nascido em Praia Grande-SP, moro em Araioses desde 2002. Sou repórter e Diretor Geral do Portal Panorama.

Veja também

Vereadores de Araioses visitam Assembleia Legislativa e Palácio da Justiça em São Luís, na tentativa de dar continuidade à CP que investiga Cristino

Uma comitiva com os 13 vereadores de Araioses, advogados, ex-vice prefeito de Araioses, Mano Gonçalves, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open