Prédio que terá nome de Bolsonaro é de posse da Fecomércio, segundo Valdeci

maosantajairbolsonaro_2019junho_marcoscorrea_presidenciadarepublica1560803255.jpg

O presidente da Federação do Comércio do Piauí (Fecomercio) Sesc/Senac, Valdeci Cavalcante, esclareceu que o prédio “Miranda Osório” em homenagem ao presidente da República Jair Bolsonaro,  localizado em Parnaíba (PI), está em posse da Fecomercio. Neste prédio será instalada a primeira escola militar do SESC, que levará o nome de Bolsonaro.

Na entrevista, Cavalcante mostrou a declaração do cartório informando que o móvel não possui registro, a declinação do prefeito Mão Santa cedendo para a Fecomercio, o termo de compromisso com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) para restaurá-lo, o documento de interdição (por abandono) do Corpo de Bombeiros (desde 2013) e a origem do imóvel de 1901 (de quando foi criado o ginásio parnaibano pelos empresários de Parnaíba), além do Código Civil.

A solenidade, que contará com a presença de Jair Bolsonaro, acontecerá no dia 14 de agosto em Parnaíba.

Homenagem ao Bolsonaro 

Questionado sobre a homenagem ao nome de Jair Bolsonaro, o presidente da Fecomercio explicou que a entidade é de Direito Privado, não recebe dinheiro público e, por isso, pode homenagear quem desejar.

“A Federação do Comércio Sesc/Senac é pessoa jurídica de direito privado. Então, nós não recebemos um centavo de dinheiro público, e nem queremos receber. Nós somos mantidos pela classe empresarial. Todos os meses nós pagamos o Sesc/Senac para que o nosso empregado do comércio e a comunidade como um todo tenham uma boa formação”.

Posse do prédio

Cavalcante explicou que na década de 30, o governador Leônidas Melo queria implementar em Parnaíba o curso científico. “Ele pediu um prédio emprestado ao município para instalar, e o prédio que o inspetor federal de ensino aprovou foi o prédio do Miranda Osório. Foi instalado o curso científico lá, onde eu estudei, o Alberto Silva, Tiago Rodrigues”.

Já na década de 60, segundo Cavalcante, o governador Helvídio Nunes inaugurou um prédio em Parnaíba chamado Colégio Estadual Lima Rebelo, onde passou a funcionar o curso científico, que depois ficou abandonado.

“Depois de abandonado, o Mão Santa veio a ser governador. Assim que assumiu, por amor ao prédio, que o pai dele foi inspetor federal de ensino neste prédio, mandou fazer uma revitalização  e mandou instalar a Faculdade de Direito da Uespi. Não demorou muito tempo, também foi abandonado, e a faculdade passou a funcionar em outro prédio”.

Em 2013, o Corpo de Bombeiros interditou o prédio porque estava desmoronando. “Esse prédio, fica em frente a minha casa em Parnaíba. E eu via traficantes, drogados, muita gente desocupada morando. Eu via a hora do prédio pegar fogo. Então, fui ao governador (Wellington Dias): esse prédio não pertence ao Estado, mas foi ele que estava na posse, por último, me entregue esse prédio para que eu possa restaurar”. Mas o pedido, de acordo com Cavalcante, não evoluiu.

 

Fonte: Cidade Verde

Isaac Carvalho

Isaac Carvalho

Natural de Itapecerica da Serra-SP, moro em Araioses-MA desde 2005. Sou redator e Diretor de Marketing e Publicidade do Portal Panorama. Também atuo como Diretor Executivo da Panorama Produções.

scroll to top
Open

Portal Panorama