quarta-feira , 23 de janeiro de 2019
Início / Notícias / Araioses / Reinauguração do Hospital Regional de Araioses é marcada por confusão

Reinauguração do Hospital Regional de Araioses é marcada por confusão

Ontem, 26 de setembro de 2016, houve a reinauguração do Hospital Regional de Araioses, organizada pela ex-prefeita e candidata a reeleição, ‘Luciana Trinta’.

O centro de saúde foi reinaugurado por volta das 17:00, sendo aberto para que a população pudesse ver as instalações do local.
Veja alguns dos equipamentos e móveis do hospital:

Por conta de a Prefeitura de Araioses ter negado a liberação do Alvará de Funcionamento do local, cerca de 200 pessoas se reuniram e, por volta das 17:45, fizeram manifestações na casa da prefeita Valéria Leal, na sede da Prefeitura de Araioses, adentrando ao local e em frente ao Fórum, gritando a todo instante: “Queremos o alvará pro hospital funcionar”.
A manifestação em si, no geral, foi pacífica, porém, algumas pessoas tentaram inviabilizar o trabalho da imprensa, que se fazia presente no local.

Quando o Panorama estava no interior do hospital, para capturar algumas fotos, AUTORIZADO PELA DIREÇÃO do órgão, um senhor que não conseguimos identificar tentou expulsar o nosso repórter do local, dizendo: “Se não deram alvará, também não podem tirar fotos aqui não”, ao mesmo tempo que empurrava o nosso repórter, que se sentiu obrigado a ameaçar chamar a polícia para apaziguar a situação.
O blogueiro Marcio Maranhão, do Blog Marcio Maranhão, foi o mais hostilizado por algumas pessoas, que agrediram o jornalista, xingando e ameaçando. No clímax do momento, algumas pessoas fizeram uma roda em volta do rapaz o ameaçando constantemente.
Quando a situação já estava fora de controle, Marcio foi obrigado a se retirar do local.
Quando o blogueiro saiu, o foco foi transferido novamente para o repórter do Panorama, que foi perguntado por uma mulher se estava do lado de Luciana. Quando o nosso repórter disse que não estava do lado de ninguém e estava apenas fazendo o seu trabalho, logo os populares tentaram retirá-lo do local, porém algumas pessoas o defenderam, dizendo que em nosso site não há tendenciosidade e o conflito foi resolvido.
A terceira falta de respeito com a nossa equipe veio de uma funcionária do hospital que se referiu ao nosso repórter, dizendo: “Esse garoto é do lado de Valéria. Ele não pode estar aqui”, sendo que esse pensamento de apoio a Valéria Leal foi criado apenas na mente fértil da empregada.
O hospital é pago com dinheiro dos cofres estaduais, recebendo contribuições de eleitores de Luciana, de Valéria e de todos ou outros candidatos, então, o órgão não pode funcionar apenas para quem vota em Luciana.
O Panorama está indignado e repudia o acontecido. A imprensa deve ser livre para mostrar a verdade. Repudiamos quaisquer atos de violência e quaisquer tipos de censura. Os direitos de ir e vir liberdade de expressão devem ser preservados para que a própria população tenha os seus direitos assegurados.
E você, acha que os manifestantes estavam certos? Acha que a imprensa local não pode fazer cobertura de eventos em Araioses? Acha que a população foi injusta? Queremos saber a sua opinião! Comente aí em baixo!

Imagens: Panorama Araiosense/ Jonatan Aguiar
Vídeo: Panorama Araiosense
Edição: Panorama Araiosense/ Jonatan Aguiar

Sobre Jonatan Aguiar

Jonatan Aguiar
Nascido em Praia Grande-SP, moro em Araioses desde 2002. Sou repórter e Diretor Geral do Portal Panorama.

Veja também

Não perca! Amanhã tem Malla 100 Alça no Olando’s Club, no João Peres!

Neste sábado, 18 de janeiro, no encerramento dos festejos de São Sebastião, você não pode …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open