quinta-feira , 24 de janeiro de 2019
Início / Vídeos / Reportagens / [Vídeo] Descaso: a buraqueira nas ruas de Araioses

[Vídeo] Descaso: a buraqueira nas ruas de Araioses

povo araiosense a cada dia sofre mais com os buracos em nossas estradas.

São pequenos e grandes buracos, valas e até trechos onde as rodovias ficam irreconhecíveis, parecendo mais estradas de chão batido.

Esse é um problema que atinge diretamente os pedestres, ciclistas, motociclistas, motoristas de carro e ônibus e principalmente os caminhoneiros que precisam entrar na cidade para fazer o abastecimento das lojas.

A buraqueira é facilmente identificada nas ruas da periferia da cidade, mas não são exclusividade desses locais. As principais avenidas e a rodovia estadual MA-345, principal via de acesso à entrada da cidade, também deixam muito a desejar na pavimentação.

Nesse trecho da Avenida Dr. Paulo Ramos, podemos notar o descaso por parte do poder público e a dificuldade de quem trafega pelo local.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fizemos um pequeno trajeto do centro da cidade até João Peres, uma rota com cerca de 6 km entre os pontos de partida e chegada e o que percebemos no caminho é o que os araiosenses sofrem no dia a dia. Dezenas de buracos e alguns deles mais parecem crateras no meio da estrada. A rodovia deveria ter a velocidade máxima de 40km/h, mas em alguns trechos, não conseguimos passar de 10.

O poder público não parece se importar muito com isso, pois, segundo relatos de moradores dessas ruas, existem buracos que já estão lá há anos e ninguém faz nada para solucionar o problema.

 

Matéria: Jonatan Aguiar e Isaac Carvalho

Auxiliar de produção: Diego Silva

Imagens: Isaac Carvalho e Jonatan Aguiar

Edição: Jonatan Aguiar

Realização: Panorama Araiosense

Sobre Jonatan Aguiar

Jonatan Aguiar
Nascido em Praia Grande-SP, moro em Araioses desde 2002. Sou repórter e Diretor Geral do Portal Panorama.

Veja também

Não perca! Amanhã tem Malla 100 Alça no Olando’s Club, no João Peres!

Neste sábado, 18 de janeiro, no encerramento dos festejos de São Sebastião, você não pode …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open